O grupo de jovens JUPAC, da Comunidade Santa Clara de Assis, fez uma poesia que fala da vida do grupo. Confira:

fbcec603-fbd0-4b11-a125-d6baf056c5cfPara apresentar nosso Grupo de Jovens, vamos pensar um pouco no que no move;

Grupo alegre, vital e criativo, Amigos animados e uns meio tímidos. Sempre nos reunimos em nossa casa que é a comunidade Santa Clara.

A nossa sala foi um presente do ex coordenador, É um jovem adulto que quando jovem nos condenou. Criou lideres e sonhou com a juventude que ele não via e hoje estamos aqui com todo essa nossa alegria.

Até as idosas nos acolhem como a seus netos O jupac é uma grande família, nossa família Que mesmo longe sempre estaremos perto. Pois vivemos esse amor fraterno.

E por sermos irmãos as vezes rola umas intrigas, Nada que não se supere no calor do dia-a-dia. O grupo já passou por muita turbulência, mas quem não se confundi Tantas duvidas nascidas na adolescência.

Deixemos as brigas e atritos pra lá! Jesus nos ensina sempre a perdoar, Vamos guardar só coisas boas no coração, Vamos tocar uma bela canção.

Vamos viver esse nosso momento, Todo jovem tem o seu próprio talento! Entretanto falta um empurrão e é ai que entra o JUPAC nesse momento. Pra te estender a mão.

Voltemos a falar da sala da juventude que é o nosso santuário, Nosso altar é a comunidade Santa Clara, e na rua a gente Poe nossa confiança Rara.

Por isso com muito carinho a gente acolhe a sala como nosso membro, lá convivemos muitos momentos de proza, tem ate uma bela vista do auto de vila nova..

Lá nós já rimos muito, já choramos litros. a gente canta na missa e celebra, com o frio a gente veste ate meia e nos dias bons e difíceis aos pés do santíssimo a gente se ajoelha.

A gente canta na rua, na praça, e em todo lugar a gente ri e nos dias difíceis a gente chora! Em ambos buscamos ao senhor e onde chegamos fazemos nossa festa,Todo maio é festa.

Festa mariana, a que celebramos. A gente também curti um bom louvor Nas romarias sempre vamos.

E no santíssimo clamamos ao senhor Em nossa plenitude e silêncio profundo Sonhamos em viajar e conhecer o mundo .

Levando a bandeira verde. A gente só quer erguer a bandeira do amor, Não há tempo perdido, Queremos soltar o nosso grito “Ileaoh”

Que Deus nos livre dos perigos Louvado seja nosso senhor Jesus Cristo.

Nossa bandeira tem uma das inspirações a juventude do meio popular Que sempre nos retrata Que temos que desbravar a nossa sina Com uma história de luta, reza Fé, resistência e festa. A juventude tem que ser pau p toda obra Com o melhor que ela tem Pois só o amor transforma então .

Everlon Coura

Coordenador do JUPAC e membro atuante da Paróquia.