Celebrada pelos Padres José Carlos e José Luiz, a Santa Missa de Envio contou com aproximadamente de 900 fiéis de todas as Comunidades da Paróquia, presentes no pátio da São Sebastião na noite deste domingo (28/02). Tendo como motivação o envio das Pastorais, Equipes, Grupos e Movimentos aos trabalhos do ano, foi o momento que marcou o início da caminhada missionária da paróquia para este ano, que, liturgicamente falando, se encerrará na celebração de Cristo Rei.

Comunidades, todas as Pastorais, Equipes, Grupos de Oração e Movimentos existentes na Paróquia, foram chamados e abençoados por nossos Padres.

Comunidades, Pastorais, Equipes, Grupos de Oração e Movimentos foram abençoados e enviados.

Na Santa Missa, Pe. José Carlos deu as boas vindas dizendo que “no meio de toda uma missão que a Igreja assume, temos o papel de discípulos missionários para anunciar Jesus, levando a palavra de Deus a todos os cantos”. Na homilia neste 3° domingo da quaresma, Pe. José Carlos conduziu a reflexão de forma a aproximá-la do chamado que cada um de nós recebe para a missão. Destacou que nosso sentimento deve ser como a figueira do evangelho: dar frutos no anuncio de Jesus. Ressaltou que o Senhor sabe como nos trabalhar, apresentando a “espiritualidade do cuidar”, uma vez que muito mais importante que arrancar a figueira, é adubar. Convidando-nos a ser a Igreja da misericórdia, o Padre pediu que cuidemos desta espiritualidade na família, na comunidade e especialmente rezando uns pelos outros. Lembrou os elementos norteadores do trabalho pastoral neste ano: o Movimento Calasanz (impulsionar a catequese), a Fraternidade Escolápia (criação de mais um grupo dentro do Carisma de Calasanz), a expansão do Centro Social (com mais um projeto, o Adolescente Aprendiz) e as Famílias (dando muita força e ânimo para o trabalho da Pastoral Familiar e ECC).

sdf3 (Copy)

Convidando-nos a ser a Igreja da misericórdia, o Pe. José Carlos pediu que cuidemos desta espiritualidade na família, na comunidade e especialmente rezando uns pelos outros.

Após a homilia, os catecúmenos foram apresentados para a assembleia e receberam alguns símbolos da fé católica: terço, uma oração e imagem de Nossa Senhora. Foi um forte momento de espera por estes filhos de Deus que serão batizados nas águas do mar de Manguinhos na noite de Vigília Pascal.

Antes da benção final, aconteceu o momento simbólico de envio. Iniciando pelos Coordenadores de Comunidades, todas as Pastorais, Equipes, Grupos de Oração e Movimentos existentes na Paróquia, foram chamados e abençoados por nossos Padres. Cada coordenador recebeu uma toalha, como símbolo de que devemos ser misericordiosos e lavar os pés uns dos outros. Finalizando, Pe. José Carlos agradeceu a presença de todos, e salientou que ver “mais de 800 pessoas neste pátio nos dá ânimo e esperança”, convidando a todos a participar de alguma pastoral.

Confira a a Galeria de Fotos.